Confira as principais tendências da tecnologia da informação para 2020

6 minutos para ler

Entramos em um novo ano, e a tecnologia continua renovando-se para atender às demandas de um mercado cada vez mais exigente e competitivo. Neste post, apresentaremos as principais tendências da tecnologia da informação para 2020.

Você verá como a inteligência artificial evoluiu para aplicações fascinantes, além da necessidade de integrar os diferentes equipamentos e das soluções personalizadas, como softwares e apps, que estão ao alcance de um número maior de empresas. Vamos conhecer as tendências!

Multiexperiência

Esta foi uma das tendências mais destacadas por um relatório do Gartner, uma consultoria norte-americana que é referência no mercado. Com a multiexperiência, o computador deixa de ser um mero ponto de interação, estático, e acaba espalhando-se por múltiplos pontos de acesso.

Dessa forma, podemos dizer essa é uma tendência que aponta para uma acessibilidade maior dos recursos computacionais. Em vez de ter que se deslocar para uma peça fixa, o usuário passa a ter uma capacidade maior de interação com a tecnologia, onde quer que esteja.

Assim, em 2020, teremos mais smart homes, como o Google Home e a Amazon Alexa, um conceito de moradia que envolve utilização da tecnologia para garantir o conforto. Além disso, o mundo terá wearables (peças que podem ser utilizadas pelas pessoas), como pulseiras e tênis inteligentes.

Isso porque a rede 5G, que já é utilizada nos países desenvolvidos, confere novos meios de aplicações de realidade virtual.

Outra aposta dentro da multiexperiência é a melhoria na capacidade de reconhecimento facial. Como o Iphone foi o produto pioneiro nessa tecnologia, o público passou a exigir das outras empresas a mesma praticidade em suas soluções.

Inteligência artificial

Como combinar crescimento exponencial do negócio e atendimento personalizado, enriquecendo as experiências dos clientes? Por meio da evolução na inteligência artificial. Empresas como o McDonald’s e, até mesmo, a brasileira Gympass já estão comprando outras companhias de IA para desenvolver soluções personalizadas.

A análise baseada em inteligência artificial tende a se tornar uma extensão natural da automação de processos, possibilitando que as empresas obtenham maiores insights de rede. Isso proporciona mais segurança, disponibilidade e agilidade geral nos negócios.

Além disso, a computação em nuvem e as APIS, interfaces de programação dos aplicativos, estão possibilitando o acesso a soluções de inteligência artificial e machine learning para empresas de pequeno e médio portes.

Em 2020, empresas utilizarão a inteligência artificial para gerar compartilhamento de dados em larga escala. Assim, as vantagens competitivas obtidas vão além da mera utilização da tecnologia, deslocando-se para a criatividade na aplicação.

Veículos autônomos

Em 2020, os veículos autônomos ganharão aplicações mais práticas, turbinados por eventos de grande porte, como as Olimpíadas de Tóquio. A promessa é de que 100 micro-ônibus sem motorista realizem o transporte de atletas e, até mesmo, dos espectadores de um estádio a outro.

O evento também promete uma frota de carros inteligentes para apoiar a famosa maratona de revezamento da tocha. Segundo o Gartner, a tendência é de que as soluções autônomas, que já são aplicadas na mineração e nos centros de logística, avancem para espaços mais abertos, diante de um público mais numeroso. No Brasil, o iFood promete lançar robôs de entrega.

Já fora do país, a Amazon, a Uber e a Wing (pertencente à Alphabet, que gerencia o Google) utilizarão drones para realizar entregas otimizadas, dentro de até 30 minutos. E isso não deve ocorrer apenas nos Estados Unidos: países como Israel e China também já desenvolvem tecnologias semelhantes.

5G no Brasil

Você costuma brigar demais com os dispositivos móveis conectados à internet 4G? Então, temos boas notícias: com uma velocidade de conexão cem vezes mais rápida em relação às tecnologias atuais, o 5G acelera transmissões de vídeos, dados e ainda favorece a utilização de realidade virtual.

Isso terá um impacto, até mesmo, em áreas complexas, como a saúde, já que cirurgias realizadas a distância serão cada vez mais comuns. Outra ótima notícia: em fevereiro de 2020, a Anatel já está começando a tirar a tecnologia do papel no Brasil.

Blockchain

A tecnologia Blockchain refere-se a um tipo de registro introduzido pelo Bitcoin, a primeira e mais importante criptomoeda do mundo. Depois de algum tempo, os desenvolvedores começaram a entender que aquela invenção poderia ir além da aplicação ao mercado de moedas digitais.

Como foi desenvolvida para registrar transações de maneira otimizada, ela passou a ser utilizada no rastreio de mercadorias — até mesmo para garantir que as matérias-primas sejam extraídas de fontes confiáveis. Em 2020, veremos a tecnologia Blockchain ser utilizada de forma cada vez mais versátil.

Softwares personalizados

Um software personalizado é a maneira mais fácil de uma empresa controlar os seus próprios processos e obter indicadores específicos. Como o próprio nome já indica, ele se aplica somente ao cotidiano daquela organização, o que garante vantagem competitiva em relação aos competidores que optem por soluções genéricas.

Assim, os softwares personalizados não são desenvolvidos de forma a abranger o maior número possível de negócios. Muito pelo contrário: eles são customizados de acordo com as necessidades e preferências da empresa contratante, garantindo a otimização de todas as atividades desempenhadas.

Aplicativos para empresas

Você se lembra do primeiro tópico, relacionado à multiexperiência? Os aplicativos de empresas são, também, uma forma de garantir interações múltiplas com os clientes. Isso porque eles funcionam como um programa que eles podem acessar para comprar produtos, mas também para tirar dúvidas e entrar em contato direto com um atendente.

Dessa forma, com um deles instalado em seu smartphone, o cliente tem uma gama de atividades à disposição, sem precisar abrir mil janelas de uma página de website para ter acesso a diferentes demandas. Assim, podemos dizer que os apps para empresas são representantes dessa capacidade de multiexperiência.

Eles estão cada vez mais acessíveis às pequenas e médias empresas, tornando-se uma vantagem competitiva em relação aos concorrentes que ainda não entenderam como a tecnologia mudou a maneira com fazemos negócios. Em 2020, será possível usufruir dessa tendência.

Como pudemos ver, as tendências da tecnologia da informação para 2020 estão cada vez mais ecléticas. Áreas como a inteligência artificial, as Blockchains e até mesmo a chegada do 5G ao Brasil prometem movimentar as empresas e os entusiastas. A possibilidade de desenvolver aplicativos e softwares personalizados é outra maneira de enriquecer os serviços de uma empresa.

E aí, curtiu o artigo e quer continuar lendo sobre como a tecnologia pode ser um diferencial competitivo? Então, aproveite a visita para ler nosso post sobre a importância de investir em softwares para empresas!

Você também pode gostar

Deixe um comentário